Tradutor / Translate

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Florianópolis: a ilha da saúde

             Quando falamos em qualidade de vida, tema no qual Florianópolis detém destacada posição entre as capitais brasileiras, a saúde é um dos principais indicativos para avaliar seu desenvolvimento. E nisto a cidade é a primeira colocada, segundo a pesquisa Vigitel 2014, divulgada pelo Ministério da Saúde.
Entre os dados coletados, observou-se que seus moradores são os que mais praticam atividades ao ar livre, além de ser a população adulta que mais consome frutas e hortaliças. Em consequência, a cidade também possui o menor índice de obesos entre as capitais.
O clima litorâneo é indicado como um dos principais fatores para a prática de exercícios e uma alimentação bem equilibrada, mas ainda se observam outros vários fatores que contribuem... os parques, academias ao ar livre, as praias, ciclovias, todos convidam para uma prática mais frequente de atividades físicas.
Por contar com múltiplos espaços e a promoção do seu uso, percebe-se uma rica diversidade de esportes praticados, adaptando os gostos e tendências para cada tipo de atletas, profissionais ou amadores. Afinal, é comum ver, ao passar pelas principais avenidas, praias e espaços públicos, muitas pessoas se exercitando, em diferentes ritmos e intensidades.
Além de “abraçar” os cidadãos para uma rotina mais ativa, a capital apresenta toda uma “atmosfera” que promove a saúde: feiras orgânicas, estabelecimentos voltados aos produtos naturais, e também diversificadas competições, até mesmo em nível internacional, sendo realizadas na cidade.
Viver na ilha, por si só, é um convite para uma vida mais saudável... depois, é só começar a pôr em prática!

Nenhum comentário:

Postar um comentário